A tendinite calcária ou, ainda, tendinite calcificada do ombro é um tipo de tendinite em que há o acúmulo de cálcio (calcificação) no tendão do manguito rotador – conjunto de quatro tendões – e sua bursa – membrana em forma de bolsa que age como amortecedor e lubrificante para diminuir o atrito entre o tendão e o osso.

O depósito de cálcio ocorre de forma lenta e gradual e os tecidos em torno da região podem inflamar, ocasionando quadro de dor leve a moderada que simula a situação típica de tendinite, bursite e síndrome do impacto. No entanto, em alguns casos pode haver inflamação aguda com dor acentuada e incapacitante.

Fique atento(a)!

A tendinite calcária passa a ser ainda mais complicada quando começa a interferir na movimentação e amplitude do ombro.

Causas 

A causa da tendinite calcária do ombro ainda é desconhecida pelos ortopedistas especialistas. Dentre as hipóteses estão o desgaste e o envelhecimento.

Diagnóstico

O diagnóstico é realizado por meio de radiografias no ombro. Já a ultrassonografia e a ressonância magnética também podem ser solicitadas pelos ortopedistas especialistas em tendinite calcária no ombro para identificar a existência de outras doenças.

Tratamento

O tratamento pode variar de acordo com cada caso, geralmente, respondendo bem com anti-inflamatórios, analgésicos e reabilitação. Nos casos refratários, outras modalidades podem ser usadas para retirada da calcificação ou estímulos a sua reabsorção por meio de terapia por ondas de choque, por exemplo.

O Dr. Carlos H. Ramos é ortopedista especialista em ombro e cotovelo com 20 anos de experiência na área. Conheça os locais de atendimento e agende a sua consulta!