A perda na amplitude dos movimentos do cotovelo, seja na flexão-extensão, pronação-supinação, ou combinadas, pode ser considerada com “rigidez do cotovelo”. Dependendo do grau da limitação, é caracterizada como leve, moderada ou grave, causando menor ou maior comprometimento.

Músculos do Ombro

A rigidez pode ocorrer quando há alteração em qualquer das estruturas ao redor do cotovelo (osso, cartilagem, ligamentos, músculos, nervos e/ou pele) decorrente de trauma (fratura aguda ou sequela de lesões, por exemplo), sequela de queimaduras com comprometimento e retração de tecidos moles (pele por exemplo), lesão na cartilagem (“desgaste articular”) pelo envelhecimento (artrose primária) ou após lesões traumáticas ou processos inflamatórios crônico causados por algumas doenças como artrite reumatóide, gota, etc., gerando artrose secundária do cotovelo.

Seu tratamento depende do grau de comprometimento funcional e dos elementos anatômicos envolvidos no processo. A causa mais comum se refere à rigidez após o tratamento com ou sem cirurgia das lesões traumáticas (fraturas e/ou luxações), em que ocorre retração e perda na elasticidade normal dos tecidos moles ao redor da articulação devido ao processo de cicatrização (“fibrose” dos ligamentos, tendões e/ou músculos). Normalmente estes casos melhoram satisfatoriamente com reabilitação (fisioterapia) dentro dos primeiros seis meses, em média, após o trauma inicial. Nos casos refratários pode haver necessidade de cirurgia complementar (“liberação cirúrgica”) para melhor resultado.

Causas mais graves de rigidez, com associação de lesões ósseas e/ou na cartilagem, podem necessitar procedimentos cirúrgicos de reconstrução com substituição artificial da superfície articular danificada com”interposição com enxertos biológicos” ou artroplastia com colocação de implante metálico (prótese do cotovelo).

Artoplastia - Ombro

Artigos Relacionados:
Instabilidade ou luxação do cotovelo (“deslocamento”)
Perda de força (“fraqueza”)
Rupturas de ligamentos

Dúvidas sobre cotovelo?

O Dr. Carlos H. Ramos é especialista em ombro e cotovelo e soma mais de 20 anos de experiência na área. Agende a sua consulta e peça uma avaliação completa, afinal, você merece melhorar a sua qualidade de vida!