O edema ou “inchaço” do cotovelo ocorre quando há aumento de volume na articulação representando um dos sinais relacionados ao processo inflamatório. Qualquer problema que de alguma maneira cause “irritação” nos tecidos ao redor do cotovelo, pode gerar resposta inflamatória (trauma, infecção, artrose, alguns tipos de artrite – “reumatismo”, tendinites, etc.). Pode ser agudo ou crônico, dependendo do tempo decorrente desde o início dos sinais clínicos. De modo geral considera-se crônico quando persiste mais de três semanas, normalmente associado à(s) doença(s) sistêmica(s), como Artrite Reumatoide, Gota, etc. ou por doença degenerativo local (artrose do cotovelo).

Casos agudos são geralmente relacionados ao trauma com a formação do hematoma dentro da articulação pelo sangramento ósseo (casos de fraturas por exemplo), ou edema dos tecidos ao redor (músculos, ligamentos, etc.). O
aumento do volume pode ser local ou difuso (espalhado ao redor do cotovelo), além de sangramentos dentro da articulação causado pelo acúmulo de sangue (hemartrose).

Além de dor, o edema pode provocar diminuição na amplitude dos movimentos do cotovelo, aumentando o comprometimento da sua função. Nos casos traumáticos ou crônicos associados à dor, normalmente o paciente procura orientação médica, porém, qualquer aumento de volume no mesmo que assintomático, deve ser investigado.
Lembrando que tumores ósseos e/ou de partes moles fazem parte dos diagnósticos possíveis frente ao edema do cotovelo. O tratamento é direcionado de acordo com cada patologia, uma vez estabelecido o diagnóstico correto.

Artigos Relacionados:
Dor no Cotovelo
Edema (“inchaço”)
Fraturas (úmero, ulna e rádio)

Dúvidas sobre cotovelo?

O Dr. Carlos H. Ramos é especialista em ombro e cotovelo e soma mais de 20 anos de experiência na área. Agende a sua consulta e peça uma avaliação completa, afinal, você merece melhorar a sua qualidade de vida!